Arrow - 1.02: Honor Thy Father








Oliver Queen, SEU LINDO.

Pelo menos uma série nessa CW está indo para o caminho certo e continuou tão bem quanto começou. O segundo episódio de "Arrow" dá prosseguimento ao plano de vingança de Oliver, que deseja expurgar da cidade todos aqueles que estão na lista deixada por seu pai; as maçãs podres que infestam Starling City. O alvo da vez é Martin Sommers, um bandido que tem ligações com a máfia chinesa e está sendo processado por assassinato por Laurel Lance, advogada da filha da vítima que, justamente por descobrir que Sommers estava envolvido nessas práticas sujas, acabou passando dessa pra uma melhor.  

O kissuco começa a ferver quando o Arqueiro Verde faz aquelas visitinhas que só ele sabe fazer e ameaça Sommers, que já dá aquela avisada camarada à polícia para que ela fique de olho no justiceiro. Pegando carona nisso, o pai de Laurel coloca sua escolta policial para tomar conta da filha e de sua cliente, temendo que elas pudessem sofrer algum ataque de Sommers ou da máfia chinesa. E sério que Laurel ainda queria recusar? Minha filha, você estava mexendo com peixe grande. Seu pai estava mais do que certo. Entretanto, no fim das contas nem teve muita serventia já que quando a moça foi atacada em sua casa, quem a salvou mesmo foi Oliver e seu guarda-costas. Aliás, deixa eu dizer o quão bonitinha foi a cena anterior a essa em que o Oliver fala que se pudesse comer sorvete de novo algum dia, o faria com a Laurel? <3 

Depois que Sommers cutucou a onça com uma vara curta, o Arqueiro faz uma nova visita ao meliante e luta com uma chinesa de cabelo branco — Lady Gaga é você? — e quase é capturado pelo pai de Laurel, porém no fim de tudo ainda consegue gravar uma confissão de Martin Sommers sobre o assassinato do qual estava sendo acusado.

Foi uma boa jogada de Oliver fazer toda aquela cena final para a imprensa mostrando-se o irresponsável e beberrão que era cinco anos atrás. Para não chamar atenção e nada que ligue ele ao Arqueiro Verde vale tudo e mais um pouco, até mesmo magoar aqueles que ele gosta. Quanto aos outros personagens, eu espero que construam mais uma relação de confiança entre Oliver e seu guarda costas, além de aprofundar a amizade que ele tem com Tommy. Quando é que será que ele vai descobrir que a mãe dele é a vadia que está por trás do sequestro dele e até do acidente que matou seu pai e a irmã de Laurel? E pelo amor de Bruce Wayne, que mudem e melhorem o plot da irmã do Oliver, Thea Queen. Ela é muito lindinha — acho ela a cara da Kaya Scodelario — e tem potencial se souberem explorá-lo.

Por fim, os flashbacks de Oliver de volta à ilha nos introduz um personagem novo e misterioso que provavelmente ainda vai dar o que falar na história, além de aparentemente ser aquele que criou o que Oliver virou quando voltou para casa. Até porque é claro que o cara não aprendeu a lutar e usar arco e flecha sozinho, né? Fico cada vez mais ansiosa pelos próximos capítulos.

No Response to "Arrow - 1.02: Honor Thy Father "

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes