Beauty And The Beast - 1.03: All In



A bela e a fera e o tédio.

Eu queria ter esperanças sobre esse seriado, sabe. É como aqueles amigos que todo mundo diz que não vale nada, mas você insiste em tentar ver algo bom nele? Então, é mais ou menos isso que sinto com essa série. Perdoem-me se eu ainda vejo a Kristin Kreuk como a Lana Lang de Smallville (ela não mudou nada minha gente, que que eu posso fazer), mas a questão é que a série está se deixando levar pelo aspecto extremamente policial e apagando completamente o foco da série que é toda a coisa das experiências que fizeram com Vincent e como isso está ligado com a morte da mãe de Catherine.

O episódio começa com um juiz sendo morto por atropelamento e uma moça a quem pertencia o carro que passou por cima dele é acusada de ser a autora do crime. Paralelamente, Catherine procura novamente JT (esse homem sofre na mão dessa mulher) para ter notícias de Vincent, pois há uma semana não o vê. Minha filha, tenha calma. Não é só porque o homem não fala com você há alguns dias que ele morreu. Ele só tem coisas mais importantes a fazer.

Chegando em casa ela descobre que a irmã está se adaptando bem — muito bem — à casa dela, trazendo até os namoradinhos dela para passar a noite por lá, aparentemente. Voltando ao caso de assassinato — chato, quase dormi nos primeiros momentos — Catherine e sua parceira prendem, Iris Sodkovic, a moça suspeita, mas ela desconfia de que ela esteja mentindo para acobertar alguém. Vincent confirma as suspeitas de Catherine e diz que não foi Iris que cometeu o homicídio, pois ele a viu em outro lugar no momento do homicídio. JT reclama novamente com ele que Chandler não pode ficar visitando eles para sua própria segurança, mas Vincent diz que será discretamente (nem tanto, Vince).

Enquanto isso, o laboratório do médico legista lindão Evan (british people ruin me) está passando por uma vistoria e nele Catherine, mesmo depois de afastada do caso, descobre uma pista que a leva até um Clube noturno e conversa com um barman em busca de algo, o que acaba a levando a ir ao apartamento da acusada tentar descobrir mais alguma coisa. Lá é que ela acha a história maior: as irmãs de Iris estão escondidas no porão por não terem GreenCard (o visto permanente de permanência nos EUA), e a mais nova delas está bastante doente. Isso impele Catherine a novamente pedir a ajuda de Vincent — já que ele é médico — para que ele examine a menina. Porém a detetive fica em maus lençóis quando seu chefe descobre que ela estava investigando por conta própria, e então é suspensa junto com sua parceira.

O caso se desenrola com o barman do Clube sendo o assassino do juiz, pois ele é um coiote e trouxe as irmãs de Iris para os EUA ilegalmente, e quase sendo morto por Vincent, que quase não conseguiria se controlar se não fosse por Catherine, pois o barman tinha ido atrás das irmãs de Iris. Catherine e sua parceira conseguem voltar à atividade e ela e Vincent decidem impor regras a seu relacionamento secreto. Eu espero sinceramente que, no fim do episódio já que foi mostrado que eles vão atrás de Vincent e Catherine depois de confirmar ao vasculhar o laboratório de Evan que o Fera está mesmo vivo, as coisas comecem a se agitar nesse seriado. Este só pegou o gás necessário nos dez minutos finais, mas como é uma história em que eu quero muito que dê certo, pois é meu conto de fadas favorito, eu continuo aqui querendo que eles tenham bom senso no roteiro. A baixa audiência também não colabora muito para a continuidade da série, mas agora é esperar para ver se farão da série um grande sucesso futuro. Tem tudo a favor.

No Response to "Beauty And The Beast - 1.03: All In"

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes