Go On - 1.07: Any Given Birthday


Te amo, John Cho.

Eu acho que muita gente ainda não entendeu o propósito dessa série. É claro que é uma comédia, porém também tem certo peso dramático que é importante para a história do show. Eu achei tudo meio zZzzzzzzZZZZzzzz até agora, mas esse foi o primeiro episódio realmente engraçado que a série teve. 

É o aniversário de Ryan King e o pessoal do grupo de apoio dele quer fazer uma caça ao tesouro para celebrar. O problema é que Ryan odeia aniversários, não só por ter sido sua falecida mulher que planejara seus aniversários todos os anos anteriores, mas também porque sempre teve uma aversão natural a essas comemorações. Ele dá a desculpa que vai ter que cuidar do amigo Steven, seu produtor, que terá que fazer alguns exames médicos. Porém Sonia logo se prontifica a cuidar do amigo de Ryan, afirmando ser uma enfermeira licenciada.

Aliás, Steven é uma das melhores partes do episódio. Meu Deus, o que foi ele chapadão de anestesia cantando "Dust In The Wind"? A dinâmica dele e Sonia foi muito boa, a propósito. Quando eles saíram para comprar roupas para o Steven foi toda uma sequência hilária com as poses dele. John Cho é um lindo que tem um lugar eterno no meu coração. Ele tá muito bem nessa série junto com o Matthew Perry.

Enquanto isso, na caça ao tesouro, Ryan arranja uma desculpa para sair dali o quanto antes. Mr. K. e Anne descobrem que tem interesses em comum, surpreendendo um ao outro. Lauren saca que tudo é uma desculpa para Ryan cair fora pois ele não gosta de passar um tempo com eles, principalmente em seu aniversário. Acho que eu entendo o Ryan quando Lauren diz "você está os afastando" e depois ele fala "eu trato quem eu gosto desse jeito". Na verdade entendo muito bem, perguntem aos meus amigos por exemplo. Eles são as pessoas de maior paciência que conheço na vida, pois me aguentam. Lauren aconselha-o a fingir ser uma pessoa melhor e estar se divertindo ali até que seja verdade.

A caça ao tesouro prossegue com uma pessoa dos dois times ficando nus na antiga faculdade de Ryan, um tiro ao alvo no escritório dele e então todos acabam entrando numa limusine — inclusive Steven e Sonia — descobrindo que na verdade fora a mulher de Ryan, com antecedência, que tinha preparado aquele transporte pra ele. Todo mundo entra em pânico tentando esconder isso dele, mas no fim quando ele descobre, acaba relevando. Uma grande festa é, por fim, feita no quarto que Janie King aprontou para o marido, que continua a ver seu "fantasma". Ele a vê como modo de cada vez mais se tornar uma pessoa melhor, apesar de não poder ter o sido quando ela estava viva.

É claro que a série tem muitos pontos a melhorar, mas eu creio que ela esteja indo por um bom caminho. Espero que os produtores escolham bem o destino da história e façam o melhor possível, pois Go On já me fez me apegar a alguns personagens.

P.S.: Por favor, mais Steven/Sonia no seriado pois foi genial.

No Response to "Go On - 1.07: Any Given Birthday"

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes