The Mentalist - 5.03: No One Red Cent



Só uma pergunta: por quê?

A temporada de The Mentalist começou estável, seguida de um dos melhores episódios do seriado até hoje e eu acreditei que, de alguma forma, essa temporada ia compensar a temporada passada. E adivinhem? Me enganei. A essa altura do campeonato, acho melhor The Mentalist começar a levar a audiência mais a sério.

O que se seguiu essa semana não foi apenas um episódio fraco, foi um episódio fraco, ruim e previsível, extremamente previsível. E, diferente dos episódios passados, não havia nenhuma outra trama mais interessante pra nos tirar atenção do caso da semana.

Obviamente se trata de apenas um filler, mas eles podiam ter colocado um mínimo de esforço, o que parece que aconteceu aqui foi uma preguiça excessiva na hora de escrever e pensaram "Ah, faz qualquer coisa e bota umas gracinhas do Jane que todo mundo fica feliz", mas pra mim não foi nem um pouco suficiente. 

Na verdade, isso é uma das coisas que me irrita mais em The Mentalist, a preguiça e o desleixo que eles deixaram tomar conta, quase não há desenvolvimento, você pega, o quê, uns dez episódios de The Mentalist que foram essenciais e o resto você esquece. Nós sabemos que eles possuem uma capacidade e um potencial muito maior do que o que eles nos mostram,  episódio passado como evidência óbvia disso, mas neste episódio eles escolheram apenas continuar ignorando as tramas principais, que são o que seguram o espectador, como já fizeram diversas vezes.

A única coisa que poderia ser considerado continuidade - e o fato de deixarem isso acontecer quase me faz querer largar The Mentalist de mão - é a disputa entre FBI e CBI, o que é ridículo. Nem da Lorelei parece que vamos saber mais tão cedo. Por sinal, que história é essa entre o agente do FBI e a Lisbon? Não que eu queira ela com o Jane, já disse que a possibilidade me irrita, mas não tô afim de ver The Mentalist se transformando em Crepúsculo.

Nem preciso comentar o caso da semana, soube logo que a noiva do cara havia sido a assassina e daí em diante meu interesse pelo episódio foi diminuindo cada vez mais, e minha decepção crescendo. Até a história de Patrick e seus sapatos foi completamente fora de foco (e sem sentido). O truque com a Van Pelt talvez tenha sido o pior, coisa mais óbvia da galáxia. 

O episódio todo foi tão óbvio e mal-construído que dói só de pensar. Se o episódio não fosse tão ruim eu até esperaria algo melhor próxima semana, mas vejo que vamos voltar ao que era antes. Triste.

P.S.: Eu odiei o episódio, mas não há como odiar Jane, crédito todo de Simon Baker por representar o personagem tão bem, então com o "That's not very nice" dele ao final do episódio eu abri um sorrisinho. Mas continuo querendo apagar o episódio da história.

No Response to "The Mentalist - 5.03: No One Red Cent"

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes