The Walking Dead - 3.03: Walk With Me



Jesus take the wheel pois eu já tô amando demais esse Governador.

Minha gente!!! Sim, muitas exclamações pois muita animação!!! Mais exclamações. Se eu ouvir alguém dizendo que esse episódio foi ruim e chato e zzzzZZZzzz me aguarde lá fora que a gente acerta as contas. Vocês não tem noção de como esse episódio foi sensacional. Ou tem. Foi tudo o que eu sempre quis ver na TV desde que li essas cenas nos quadrinhos. Ok, todo mundo reclamou (sim, todo mundo não adianta se esconder dizendo que não achou duvidosa a escolha do David Morrissey para Governador porque eu vi vocês todos naquela época) mas não sei vocês, mas eu achei maravilhosa a interpretação e caracterização do personagem — não sei se eu curtiria tanto se o Governador tivesse aquele cabelo de cantor de forró que ele tem na HQ.

Um helicóptero de militares cai e aí então o episódio se desenrola. Michonne e Andrea se escondem na mata assim que vêem o Governador e sua gente chegando no local, desconfiadas — com razão — de quem eles poderiam ser. Nunca se sabe né, no apocalipse zumbi todo mundo parece ser meio maluco. Quando elas pensavam que estavam salvas deles, Merle — irmão de meu amor Daryl, que estava sumido desde a primeira temporada depois que Rick o algemou no topo de um telhado e ele teve que cortar sua própria mão para sobreviver — as surpreende por trás com seu gancho (mas é claro, se eu perdesse uma mão eu também colocaria um gancho pois eu posso não ter mão mas serei estiloso, e pra poder gritar "i'm a monster" que nem o Buster de Arrested Development) e as leva até seu abrigo. 

Andrea estava muito mal. Ao chegar em Woodbury, a cidade que o Governador comanda, ela é medicada e melhora, mas Michonne continua desconfiada de tudo e todos. Ela matou os zumbis dela de um jeito tão sem graça — na HQ ela mata quando pede para entrar na prisão e Rick impõe essa condição — que eu nem associei muito bem de cara. Merle questiona Andrea sobre Daryl, e ela diz que não o vê há mais de oito meses e conta que Rick e ele voltaram para buscá-lo, o que realmente não adianta muito para alguém que teve que cortar a mão para sobreviver. O Governador é muito gentil com as duas, mas isso não aquieta a desconfiança de Michonne. 

Aliás, tenho certeza de que quem estava reclamando que ela estava chata nesse episódio é porque não viu o que o Governador fez com ela na HQ. E sinceramente, espero que não cortem muita coisa pois eu realmente preciso ver certas cenas entre ela e o comandante de Woodbury. Andrea já é mais receptiva à cidade e ao Governador, conhecendo como eles se defendem e como o povo da cidade ali vive. Quando há uma cena no laboratório médico, eu fiquei pensando se eles não estariam procurando uma cura para a doença que fará com que todos, ao morrer, virem zumbis. 

Mas é quando lida com um dos homens que estava no helicóptero que o Governador mostra quem é. Ele faz o cara dizer onde o resto dos seus homens estão com a promessa de que irá trazê-los sãos e salvos, quando na verdade ele apenas queria as munições e armamentos que eles poderiam ter. Serve de aviso para nós que o Governador não é um cara legal por mais que ele possa parecer e pelo o que ele diz, ele é um psicopata que tem prazer em matar (vide a cena em que ele mata um dos soldados). David Morrissey está brilhante nesse papel e deu o tom correto ao seu personagem, austero porém manipulador, que sabe escolher as palavras certas para convencer. Rolou um clima entre ele e a Andrea ou foi só coisa da minha cabeça? 

Falando em cabeças, no final do episódio descobrimos que o Governador coleciona cabeças — muito gentil da parte dele eu achei — e vimos a cabeça do cara que tinha sobrevivido a queda do helicóptero. O homem é um psicopata, vocês esperavam o quê. Cada um com seus hobbys. Foi um episódio importante, menos dinâmico e cheio de informações nas quais vão se basear o resto da temporada. É claro que tinha que ter uma apresentação decente da cidade, do Governador e do resto do pessoal, pois entrar na história sem eira nem beira é algo que não dava né. Quero muito ver como vão integrar o núcleo do Rick com o do pessoal de Woodbury, e como será o Merle encontrando o irmão. The Walking Dead está no caminho certo, só espero que não tropece.

1 Response to The Walking Dead - 3.03: Walk With Me

Sam
quarta-feira, outubro 31, 2012

I'M A MONSTER!!!!!!!!!!!1 lol bem que podiam colocar o Merle pra dizer isso! Esse episódio foi tão bom que meu Deus do céu, nem tinha reparado que Rick e sua trupe não deram as caras nele. Admito que fiquei meio confusa com o Governador e sua fachada boazinha, meio que sem entender o por que de todos os fãs das HQs insistirem que ele é filho da puta até o fim. MAS AGORA EU COMPREENDO. E o clima que rolou entre ele e a Andrea deve ser porque ela tá precisando de homem, né. Quase chorei de emoção quando ela meio que flertou e o Governador disse "never". AMEI AMEI AMEI. Cadê domingo???

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes