The Walking Dead - 3.04: Killer Within


MY CREYS, MY CREYS!

Ainda não acredito que tanta coisa aconteceu de supetão num episódio só. Foi tudo tão rápido que eu ainda não assimilei muito bem todos os acontecimentos. Mas vamos lá.

Hershel apresenta melhoras e já consegue até caminhar com a ajuda de muletas e de Lori e sua filha. Os presos que sobreviveram ao último ataque dos zumbis graças a Rick e seu grupo e que estão morando em outro bloco da prisão pedem para ficar com eles pois não aguentam morar lá, entretanto Rick recusa. Mas como eu disse, tudo acontece rápido demais.

Enquanto Hershel caminhava pelo pátio da prisão, os zumbis começaram a surgir. As pessoas se dispersaram mais rapidamente do que Rick pôde acompanhar. Em Woodbury, Michonne continua desconfiada do Governador, querendo cair fora dali o mais rápido possível. Contudo, Andrea vai gostando cada vez mais do lugar e praticamente se recusa a ver o que o Governador realmente é. Minha filha, acorda pra vida! Sei que você tá sozinha a muito tempo, mas logo cê vai arranjar alguém, não deixa esse cara (lindo e amorzinho na vida real) te enganar! Antes de partir, ela dá um mapa a Merle de onde Daryl e seu antigo grupo estavam na última vez em que ela os viu para que ele possa ir procurar por seu irmão. 

T-Dog é mordido e pula em cima dos zumbis para que Carol consiga fugir (logo agora quando cê tava tendo umas falas? Chateada). Hershel e sua filha Beth conseguem se salvar e tudo parece estar sob controle, mas aí um dos antigos geradores de energia "liga-se" e começa a atrair mais errantes. Os presos dizem saber como desligá-lo e Rick sai em disparada com eles para fazer isso acontecer. Em outro canto da prisão, Lori começa a sentir as primeiras contrações do parto e Carl e Maggie ficam desesperados. Porque claro que ela ia ter que dar a luz NO MEIO de um ataque zumbi, né. Ela acaba tendo que parir ali mesmo com a ajuda deles, mesmo que pra isso as coisas tenham que chegar na situação mais triste.

Rick, Daryl e os prisioneiros descobrem que havia outro destes últimos mexendo com as coisas na prisão para assustá-los. Eles lutam e um dos prisioneiros acaba em posse da arma de Rick, na dúvida entre atirar no dono da arma ou no seu colega de prisão, enquanto Daryl segurava a porta dos errantes. O prisioneiro acaba atirando no colega, escolhendo ficar do lado de Rick.

Lori faz uma escolha. Aquela que ninguém tinha muita fé que ela faria, mas findou fazendo. É claro que foi menos trágica do que a morte dela na HQ, pois eu duvido muito que matariam um bebê no colo da mãe e quando decidiram não cortar a mão do Rick na série eu já sabia que isso poderia acontecer. A vida do bebê estava em risco então ela pede a Maggie que faça uma cesariana que vai ceifar sua vida, mas salvará a criança. Carl fica inconsolável, mas aceita a decisão da mãe. Eles têm um diálogo de adeus emocionado, e então Maggie age. A criança nasce bem, porém agora viria a parte mais difícil para todos: atirar na cabeça de Lori para que ela não voltasse como zumbi. Carl, o menino que deixou de ser criança há muito tempo, toma essa responsabilidade.

Toda a sequência foi muito triste, apesar de praticamente todos os fãs de TWD odiarem a Lori. Rick desaba de desespero ao saber da morte da mulher, e o clima se espalha para todos os moradores de lá. Andrew Lincoln e o pequeno grande Chandler Riggs deram um show de interpretação nesse episódio de carga emocional enorme. Todos os erros que deixaram passar na segunda temporada agora parecem pequenos diante da grandiosidade dessa terceira temporada, que volta a ser a história que todo mundo sempre amou. 

No Response to "The Walking Dead - 3.04: Killer Within"

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes