Modern Family - 4.11: New Year's Eve


Uma véspera de ano novo pra ficar na história.

Essa volta de Modern Family após o hiatus de fim de ano não poderia ter sido mais agradável. Um feriado é sempre um bom momento para a série, e já pudemos presenciar isso várias vezes, seja em um Halloween, um dia de Ação de Graças ou um Natal. Com o ano novo não poderia ser diferente.

Jay decide visitar um lugar onde ficou hospedado há muitos anos , e do qual tem boas lembranças. Ele leva consigo todos os adultos da família, que planejam, cada um a seu modo, uma noite especial de ano novo. As crianças ficarão sob os cuidados de Haley (ou como todos, inclusive Lily, fazem questão de lembrar, de Alex!). Só que enquanto o patriarca planeja uma noite em família, Claire está de saco cheio de ficar com todos, e quer a noite a sós com Phil. Mitchell e Cameron também não estão muito felizes com a ideia, e planejam uma maneira de escapar da reunião. Até as crianças  tem seus dramas; Luke convida duas garotas para um encontro duplo com ele e Manny, e Haley e Alex vêem-se sendo mais conservadoras do que gostariam, enquanto Lily apronta todas sem supervisão.

A coisa mais notável nesse episódio, pra mim, foi como a série evoluiu em suas temáticas abordadas. Aqui tivemos um dos episódios mais adultos de todos os tempos, com várias nuances e tramas "sexuais" que pouco havíamos visto anteriormente. Claro, a temática do sexo em si já havia sido tratada, inclusive com Phil e Claire. Mas aqui a série foi além, e quase todos os personagens foram incluídos em contextos mais sexualizados, inclusive as crianças! Claire quer fazer sexo com Phil, após estar há um mês ("tudo isso?") na seca. Cameron e Mitchell visitam várias boates gays, inclusive algumas bastante exóticas. E, por último, Luke (sim, o nosso pequeno Luke!) planeja dar uns amassos com uma namoradinha em seu quarto. Trama bastante madura, e vem para provar que a série pode (e deve!) tratar de temas um pouco mais adultos, especialmente se conseguirem levar com a delicadeza e a naturalidade com que esse episódio foi levado.

A trama de Jay e Gloria para mim foi a mais sem graça, e eu não consegui ficar sem pensar que todo o plot deles foi construído unicamente para que houvesse a participação especial de Billy Dee Williams (o Lando, de Star Wars). Não foi chato como poderia ser, e eu consegui ver sem ter vontade de pular, mas ainda sim foi a história mais fraca. O que a redimiu um pouco foi o final, com Phil sendo confundido com Mitchell pelo seus gostos pouco ortodoxos (não é a primeira vez hein Phil? Até Ferris Bueller tentou te pegar!).

Mitchell e Cameron, por outro lado, tiveram um plot pra lá de hilário. Nós sabemos há algum tempo que os dois são bem "vovôs" em seus hábitos, e que sair da rotina dificilmente funciona para eles. Ou seja, a subtrama deles tinha tudo para ser cansativa e repetitiva, mas não foi. Acho inclusive que a série deveria investir mais em colocar os personagens dentro do contexto gay, com as contradições entre as opiniões conservadoras (pasmem!) dos dois, e a frivolidade e libertinagem de outra parte da comunidade gay. O ponto alto para mim foi a piadinha com o conto da Cachinhos Dourados (a primeira porta era de uma boate jovem demais, a segunda de um lugar... Estranho demais, mas a terceira seria a certa!) e eu ri horrores com o comentário sobre os "três ursos". Hahahaha, boa Cam!

A história das crianças também foi muito bem construída. Manny ficando na friendzone foi a parte mais sem graça, e não conseguiu me fazer rir. Mas, por sorte, essas cenas foram poucas e pequenas. Assim pudemos apreciar Haley e Alex se tornando quem elas mais desprezam: sua própria mãe! Foi hilário vê-las fazendo comentários dignos da Claire, e ficando apavoradas com a possibilidade de seu irmãozinho mais novo estar dando uns amassos. A parte mais engraçada pra mim foi quando Haley entrou com o cesto de roupas (exatamente como Claire fez lááááá no primeiro episódio da primeira temporada!) para guardar no quarto do irmão. Um cesto com um sutiã e uma toalha de mesa! Hahahaha, sério, impagável. Foi bacana ver esse lado mais maduro de Haley, e vê-la se dando bem com a irmã mais nova. Alex, aliás, é uma personagem que vale ouro, e eu adoro todas as suas cenas e as suas tramas. Por último, Lily. Seja ficando presa do lado de fora, seja pintando a parede, seja maquiando-se como um travesti: existe maneira de não amar essa menina? Impossível! <3

Por fim, Claire e Phil. O que uma palavra mal ouvida pode fazer, não? Transforma NEW YEAR'S EVE em NUDE YEAR'S EVE. E subitamente o pobre casal que só queria uma noite de diversão, vê-se comemorando o ano novo ao lado de um grupo de nudistas. Esse plot foi o que mais me surpreendeu (positivamente) e eu ri do começo ao fim. Especialmente no fim, com Claire assustadíssima fazendo a contagem regressiva ao lado do bando de peladões. Realmente um ano novo para ficar na memória!

E é isso. Um dos melhores episódios da temporada, com uma boa trama para quase todos os personagens, e atuações sempre brilhantes e no ponto. É por essas e outras que Modern Family é, na minha opinião, a melhor comédia no ar atualmente. Que venham muitos outros feriados para que possamos comemorar com eles!

No Response to "Modern Family - 4.11: New Year's Eve"

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes