Spoiler-free review: Caça aos Gângsteres


Tiros, perseguições e gente linda. Como não amar?



NOTA: Esta é uma review sem spoilers porque o filme ainda não estreiou no Brasil. E se alguém está se perguntando: não, eu não vi o filme de maneira ilegal!

Caça aos Gângsteres se passa em Los Angeles, no final da década de 1940, e conta a história verídica de Mickey Cohen (interpretado por Sean Penn), um dos líderes da máfia do Brooklyn. Quando ele decide expandir suas atividades pelo oeste dos Estados Unidos, um grupo especial da polícia, o Gangster Squad, é encarregado de capturá-lo.

Bom, eu não sei vocês, mas eu estava ansiosa para ver esse filme desde que vi a primeira still dele (uma foto da Emma Stone deitada no colo do Ryan Gosling, na grama), o que parece que faz uns dois anos. E finalmente vê-lo foi não só um alívio como uma grande satisfação pelo filme como um todo. O destaque, é claro, vai para Ryan, que nunca falha em me surpreender (e é claro que olhar praquele rostinho não é nada difícil). Emma estava maravilhosa, tanto na atuação como no figurino, aspecto este impecável em todos os personagens. Sean Penn – não que precise seja óbvio – estava ótimo no papel de Mickey Cohen, fazendo bom proveito do papel de “vilão-filho-da-puta”.

Josh Brolin, no papel principal, fez um trabalho minucioso para encarnar o John O’Mara, o Sargento que montou o Gangster Squad. A história de John com o grupo que lutava contra os homens de Cohen contrasta com a cena caseira de sua apreensiva esposa (interpretada por Mireille Enos) esperando o primeiro filho do casal. O’Mara recruta para sua quadrilha Jerry Wooters (Gosling), Conway Keeler (Giovani Ribisi), Coleman Harris (Anthony Mackie) e o lendário matador de gângsters Max Kennard (Robert Patrick). O parceiro de Kennard, Navidad Ramirez (Michael Peña), segue o grupo e eles acabam o deixando entrar também.

O que segue depois é como um preparamento de guerra, com todos treinando as mais diversas táticas para quebrar o império de Cohen e forçá-lo a sair da cidade. Várias cenas de luta de diferentes tons e intensidades se seguem e tramam o final da história, com uma pitada de romance ali e uma de comédia aqui. A ação é bem desenvolvida, com a cooperação entre os atores e a ajuda dos elementos técnicos do filme, fazendo a história fluir bem. Talvez Gangster Squad seja considerado “mais um filme de gângsteres”, mas merece ir para o rol dos ótimos filmes dessa categoria.

No Response to "Spoiler-free review: Caça aos Gângsteres"

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes