Review: O Lado Bom da Vida (2012)

"If you stay positive, you have a shot at a silver lining"
SPOILER FREE

Poderia citar mil quotes do filme e eu ainda não deixaria claro o que esse filme tem de tão adorável e cativante. Não sei se são os personagens, tenho uma queda absurda por gente estranha e meio louca, não sei se é o jeito que a história é contada ou se é apenas a história em si. Mas não tem como não gostar desse filme.

Em geral é bem aquele tipo de história que te cativa, personagens absurdamente reais e ao mesmo tempo incomuns, gente humana e linda. Há um cuidado especial nessa parte, na humanização dos personagens. Seja Pat com seu objetivo meio sem-noção de querer conquistar a ex-mulher de qualquer jeito mesmo depois de tudo o que ela fez, seja Tiffany com seu temperamento maluco e desenfreado, seja o pai do Pat com sua obsessão pelo jogo, seja a mãe por fazer tudo o que o filho quer por só querer o bem dele. No final cada um tem uma personalidade bem formada, e acredito que esse é um dos pontos mais fortes do filme.

Mas, além disso, é a loucura dos personagens, e como o filme trata isso - fazendo como que seja algo que a gente se acostuma no final e até gosta pra falar a verdade. A loucura de Pat e Tiffany fez com que eles ficassem juntos e é o que manteve eles juntos. Apesar de algumas vezes ficar um tanto incomodada com a maneira como Tiffany manipulava Pat, no final acredito que ele se deixava manipular em alguns momentos, talvez até sem se dar conta.

As atuações eu nem preciso comentar, nunca fiquei tão fã de Bradley Cooper e Jennifer Lawrence já é um amor antigo (que ganha todas minhas apostas pro Oscar esse ano). Robert De Niro dispensa palavras. 

Gostei também da fotografia, no começo do filme eu reparei mais nisso e mais adiante eu já havia me integrado na história, e como só assisti uma vez (até agora) não posso afirmar se isso se estende até o final, mas podem reparar que há uma preocupação em colocar o expectador no lugar de Pat. Por diversas vezes a camera se posiciona do ponto de vista dele.

Pra falar a verdade, ainda tô embevecida com o filme e não consigo achar defeitos. Talvez da segunda vez que eu assista eu descubra, ou quem sabe na terceira, quarta, quinta...

Silver Linings Playbook, ou O Lado Bom da Vida, muda completamente o jeito de se contar algo já repetido milhões de vezes pelo cinema, logo quando eu achava que tinha cansado de comédias românticas.

No Response to "Review: O Lado Bom da Vida (2012)"

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Why Watch? All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Blogspot Templates Theme By- WooThemes